13 de outubro de 2010

fiar a nossa lã

Quando comecei a querer fiar lã quis também experimentar o processo desde o inicio: lavar, secar e cardar.
Apesar de ter seguido o caminho mais dificil (porque não é mesmo fácil fazer tudo isto), acho que acabou por me facilitar a vida. Experimentando todo este processo fiquei a conhecer um pouco melhor a fibra com que trabalho.




É com muita pena que vejo que estas artes estão praticamente abandonadas no nosso país. Numa época de crise sem fim à vista, é quase incompreensível ver como proliferam as cooperativas texteis em países da América do Sul por exemplo e nós, na tão cobiçada Europa, não conseguimos fazer o mesmo. Bem sei que as tradições culturais são bem diferentes mas, não será este um dos caminhos? Até para nós portugueses?



Lentamente, continuo a tentar trabalhar com a matéria prima que alguns pastores gentilmente me ofereceram. Acharam-me graça! A "menina" que quer o pelo dos bichos e vai lavar e pentear (como se diz por aqui). Perguntam-me sempre se sou do Norte pois, por estas bandas as lãs não costumavam ser para fio.





Vou aprendendo como posso e com quem sabe e não se importa de partilhar. A Tita, enviou-me esta meada, fiada por ela, com pelo da Flor. Linda! Muito obrigada.


E vou experimentando os fios que teço e imaginando os seus usos.

11 comentários:

  1. Dona Maria, o seu blog está muito bonito! :))

    ResponderEliminar
  2. palavras bonitas, um sonho que, FAÇO FORÇA, consiga realizar!
    O blog está muito bonito! gosto da arrumação! ainda lhe hei-de pedir umas liçõezinhas, está bem menina-que-quer-os-pelos-dos-bichos?

    ResponderEliminar
  3. ainda sobre o blog: gostava do seu "retrato"! não o abandone!

    ResponderEliminar
  4. olá Rosário,
    está mesmo bonito, tanto este post sobre fiar, com uma belissima ideia, partilhada por muita gente, parece-me a mim..., como a nova cara do blog...
    obrigada e parabéns
    Bárbara

    ResponderEliminar
  5. Bem, deixa-me ir por partes:
    Adorei o novo look! Está o máximo!
    A meada que a Tita ficou é um espanto! Ficou muito áspera ou macia?
    Então e tu já conseguis-te lavar, cardar e fiar a lã da Flor?
    E por fim, quando tenho uma resposta tua sobre a ida ao Porto?

    Bjs

    Mónica

    ResponderEliminar
  6. Gosto de "passear-me" por aqui! A cada post vou aprendendo coisas novas e isso é muito bom. Hoje deparei-me com um blog de rosto novo. Gostei!!! Parabéns e bom trabalho!

    ResponderEliminar
  7. Olá!
    Gostei muito do post e estou a adorar tricotar lã fiada por ti ;)
    Beijo

    ResponderEliminar
  8. Adorei este blogue... Gostaria de fiar mas sei que não posso, faz muito pó? é que alguma lã, por exemplo a que se usa nos tapetes de Arraiolos eu não consigo mesmo fazer por causa das alergias mas tenho uma enorme curiosidade.

    ResponderEliminar
  9. Olá Rosário :)
    Andámos afastados das lides blogueiras mas já me pus a para de tantos trabalhos tão bonitos que aqui tens mostrado.
    E vejo que a fiação demorou a arrancar mas agora vai de vento em popa.
    Parabéns!
    Bj

    ResponderEliminar
  10. O teu fiar é óptimo!!! E essa lã que estás a tratar do início, favor guardar umas meadas para te comprar no Natal!
    Um grande abraço!

    ResponderEliminar