29 de agosto de 2012

chegar

os últimos

chegar pode ter os mesmos adjectivos do que partir.
e assim chegamos, com o mesmo alvoroço com que partimos. é bom reencontrar os brinquedos, os livros, os nossos cantos, a nossa casa.
aos poucos entramos na nossa vida, naquela que bem conhecemos.

vamos agora preparar um novo ciclo, o verdadeiro ano novo que agora começa.

desejo-vos a todos um óptimo recomeço

2 comentários: