12 de junho de 2012

o pelo do carneiro Cornélio - continuação

o carneiro cornélio

Ultimamente tenho actualizado os meus trabalhos no facebook. Nem toda a gente tem, e nem todos gostamos de o usar mas, é indiscutivelmente uma boa ferramenta de trabalho. É lá que actualizo as aulas, workshops e encontros de fiação e tricot.

A Raquel escreveu isto sobre o seu trabalho:
"Porque quando faço sabão não tiro fotografias porque estou a fazer sabão. Quando faço sabão estou sozinha em casa logo não há ninguém para me fotografar."
Eu podia muito bem copiar-lhe a frase fazendo apenas a adaptação: onde se lê "fazer sabão" leia-se "lavar lã".

No entanto, consegui arranjar uma assistente que documentou algumas das etapas da semana passada.

Como estou em experimentações e estudos, lavei várias porções de diferentes maneiras e com diferentes detergentes.

De seguida fui preparar essas porções de diferentes maneiras também.




Tenho agora lã cardada de duas maneiras (com cardas e com tambor) e penteada com uma simples escova para cão (as tentativas para fazer uma verdadeira escova ainda não resultaram).


várias preparações

para cardar no tambor

para cardar nas cardas

Estas porções lavadas e tratadas de maneiras diferentes vão também ser fiadas com diferentes técnicas.

Vamos ver que lãs vão fazer.

Vamos ver também se todo este trabalho me vai servir para outros estudos mais aprofundados...

4 comentários:

  1. Ainda um dia vamos poder dizer que a nossa camisola foi feita com a lã do carneiro Cornélio e não apenas a lã de determinada raça!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. isso era muito giro Luisa! vamos ver se consigo fazer daqui alguma coisa

      Eliminar
  2. Obrigada pela citação e parabéns pelas fotos. :)

    Já agora aproveito o comentário para te dizer que o teu trabalho é fantástico e que admiro muito quem tem paciência para fazer tudo isto à mão.

    ResponderEliminar