27 de abril de 2009

Das favas e da abóbora

Das favas não ficaram vestígios... comemo-las com entrecosto e coentros, claro. Diz quem sabe que estavam melhores no dia seguinte. Para mim uma sessão basta para toda a época. Para o ano há mais.
Da abóbora... aqui está, pelo menos parte dela. Doce de abóbora, um dos meus favoritos.

5 comentários:

  1. esse doce está um apetite! não sei fazer doce de abóbora (porque nunca o fiz!)
    Já favas confesso que, ao contrário de sim, posso repetir e repetir etc! Enfim, gos não é?
    :)

    ResponderEliminar
  2. Então e não sobrou um?

    ResponderEliminar
  3. Já estou com água na boca...
    Também é um dos meus favoritos.

    Bjs

    Mónica

    ResponderEliminar